Digital Beethoven: Ave Deutsche Grammophon!

Lançado há poucas semanas pela gravadora alemã Deutsche Grammophon, o aplicativo Beethoven’s 9th Symphony (em português, 9a. Sinfonia de Beethoven) foi para mim uma das surpresas mais interessantes dos últimos tempos quando o assunto é aplicativo de música de concerto para o mundo Apple (iPhone / iPad / iPod Touch).

Ele traz nada menos do que 4 legendárias interpretações da Sinfonia à frente da Filarmônica de Berlin:

  • A primeira gravação estéreo com o maestro Ferenc Fricsay (1958);
  • A aclamada gravação de Herbert von Karajan (1962);
  • A primeira gravação em video com Leonard Bernstein (1979);
  • E a gravação com instrumentos de época e o maestro John Eliot Gardiner (1992)

Enquanto a sinfonia é executada, é possível acompanhar através das partituras, beat maps ou comentários específicos. E tem ainda entrevistas com personalidades incluindo Gustavo Dudamel e John Eliot Gardiner, além da história da Sinfonia.

A versão gratuita do aplicativo traz todas as funcionalidades disponíveis para 2 minutos de música. Para ouvir a sinfonia completa, é preciso comprar a versão paga: US$ 7,99 para iPhone; US$13,99 para iPad (inclui a versão para iPhone).
E antes que alguém me pergunte, me adianto e já informo: o LesAmis não tem nenhuma relação comercial com a DG. Achei que valia a pena escrever este post para informar os ouvintes de música de concerto que passam por aqui. E porque realmente fiquei impressionada com a qualidade do resultado.
Esperemos que a parceria dê certo e que outras obras ganhem seu próprio espaço neste mundo digital. Vale a pena conhecer e ouvir, mesmo que seja apenas a versão gratuita.
Para baixar o aplicativo basta acessar a AppStore. Para ler esta notícia no website da DG basta clicar aqui.
Help us spread the word:

mais uma brasileira para a coleção da deutsche grammophon online!

me encantei com algo que ouvi estes dias sobre os brasileiros serem os grandes compradores online do site de clássicos do selo deutsche grammophon. ao contrário daqueles que vivem achando que não existe espaço para a música clássica – ou de concerto, como quiserem chamar – particularmente nunca concordei com esta tese.

alguns exemplos fresquinhos do meu cotidiano…

  • sexta-feira, saindo do escritório me diz o manobrista: adorei o CD que a senhora estava ouvindo no carro. pergunto sobre o que chamou a atenção dele, ao que me responde: sou um grande fã do violão! de rolando boldrin a helena meirelles, o que tocar eu aprecio. mas este que a senhora tem no carro é diferente, polifônico. é bem o que gosto de ouvir desde pequeno: aprendi a gostar. só para constar, a faixa do CD no carro era a graciosa “l’encouragement”, composição de Fernando Sor, na brilhante interpretação do Brasil Guitar Duo – nossos brasileiros Douglas Lora e João Luiz;
  • dia desses, durante os 70km do percurso casa-cliente, eis que surge outro apreciador: é uma pena que seja tão difícil – ou tão caro – encontrar CDs de música boa. precisa ser paulistano para ter acesso a boa oferta. um dia ainda vou ter todas as peças para violão e orquestra que gosto de ouvir.

visitei hoje o website da deutsche grammophon e não pude sair sem comprar algo que, apesar da descarada preferência não tive coragem de fazê-lo por ocasião do ano mozart: todas as sonatas para piano do mestre austríaco numa graciosa versão em piano forte na interpretação do pianista Christoph Eschenbach. o preço é extremamente competitivo, a entrega online (basta baixar os mp3) e o processo de compra simples e rápido. recomendado aos aficcionados de plantão! 🙂


Help us spread the word: